Arquivo

Archive for the ‘Dever do Estado’ Category

A falência múltipla dos órgãos públicos

De ARNALDO JABOR – O Estado de S.Paulo

Os corruptos ajudam-nos a descobrir o País. Há sete anos, Roberto Jefferson nos abriu a cortina do mensalão. Agora, com a dupla personalidade de Demóstenes Torres, descortinamos rios e florestas e a imensa paisagem de Cachoeira. Jefferson teve uma importância ideológica.

Cachoeira é uma inovação sociológica. Cachoeira é uma aula magna de ciência política sobre o Sistema do País. Vamos aprender muito com essa crise. É um esplendoroso universo de fatos, de gestos, de caras, de palavras que eclodiram diante de nossos olhos nas últimas semanas. Meu Deus, que riqueza, que profusão de cores e ritmos em nossa consciência política! Que fartura de novidades da sordidez social, tão fecunda quanto a beleza de nossas matas, cachoeiras, várzeas e flores.

Roberto Jefferson denunciou os bolchevistas no poder, os corruptos que roubavam por “bons motivos”, pelo “bem do povo”, na base dos “fins que justificam os meios”. E, assim, defenestrou a gangue de netinhos de Lenin que cercavam o Lula que, com sua imensa sorte, se livrou dos mandachuvas que o dominavam. Cachoeira é uma alegoria viva do patrimonialismo, a desgraça secular que devasta a história de nosso País. Sarney também seria ‘didático’, mas nada gruda nele, em seu terno de ‘teflon’; no entanto, quem estudasse sua vida entenderia o retrato perfeito do atraso brasileiro dos últimos 50 anos.

Cachoeira é a verdade brasileira explícita, é o retrato do adultério permanente entre a coisa pública e privada, aperfeiçoado nos últimos dez anos, graças à maior invenção de Lula: a ‘ingovernabilidade’.

Cachoeira é um acidente que rompeu a lisa aparência da ‘normalidade’ oficial do País. Sempre soubemos que os negócios entre governo e iniciativa privada vêm envenenados pelas eternas malandragens: invenção de despesas inúteis (como as lanchas do Ministério da Pesca), superfaturamento de compras, divisão de propinas, enfrentamento descarado de flagrantes, porque perder a dignidade vale a pena, se a grana for boa, cabeça erguida negando tudo, uns meses de humilhações ignoradas pelo cinismo e pela confiança de que a Justiça cega, surda e muda vai salvá-los. De resto, com a grana na ‘cumbuca’, as feridas cicatrizam logo.

O governo do PT desmoralizou o escândalo e Cachoeira é o monumento que Lula esculpiu. Lula inventou a ingovernabilidade em seu proveito pessoal. Não foi nem por estratégia política por um fim ‘maior’ – foi só para ele.

Achávamos a corrupção uma exceção, um pecado, mas hoje vemos que o PT transformou a corrupção em uma forma de governo, em um instrumento de trabalho. A corrupção pública e a privada é muito mais grave e lesiva que o tráfico de drogas.

Lula teve a esperteza de usar nossa anomalia secular em projeto de governo. Essa foi a realização mais profunda do governo Lula: o escancaramento didático do patrimonialismo burguês e o desenho de um novo e ‘peronista’ patrimonialismo de Estado.

Quando o paladino da moralidade Demóstenes ficou nu, foi uma mão na roda para dezenas de ladrões que moram no Congresso: “Se ele também rouba, vamos usá-lo como um Omo, um sabão em pó para nos lavar, vamos nos esconder atrás dele, vamos expor nosso escândalo por seu comportamento e, assim, seremos esquecidos!”

Os maiores assaltantes se horrorizaram, com boquinha de nojo e olhos em alvo: “Meu Deus… como ele pôde fazer isso?…”

Usam-no como um oportuno bode expiatório, mas ele é mais um ‘boi de piranha’ tardio, que vai na frente para a boiada se lavar atrás.

Demóstenes foi uma isca. O PT inventou a isca e foi o primeiro a mordê-la. “Otimo!” – berrou o famoso estalinista Rui Falcão – “Agora vamos revelar a farsa do mensalão!” – no mesmo tom em que o assassino iraniano disse que não houve holocausto. “Não houve o mensalão; foi a mídia que inventou, porque está comprada pela oposição!” Os neototalitários não desistem da repressão à imprensa democrática…

E foi o Lula que estimulou a CPI, mesmo prejudicando o governo de Dilma, que ele usa como faxineira também das performances midiáticas que cometeu em seu governo. Dilma está aborrecida. Ela não concorda que as investigações possam servir para que o Partido se vingue dos meios de comunicação e não quer paralisar o Congresso. Mas Lula não liga. “Ela que se vire…” – ele pensa em seu egoísmo, secretamente, até querendo que ela se dane, para ele voltar em 14. Agora, todo mundo está com medo, além da presidente. O PT está receoso – talvez vagamente arrependido. Pode voltar tudo: aloprados, caixas 2 falsas, a volta de Jefferson, Celso Daniel, tantas coisinhas miúdas… A CPI é um poço sem fundo. O PMDB, liderado pelo comandante do atraso Sarney, também está com medo. A velha raposa foi contra, pois sabe que merda não tem bússola e pode espirrar neles. Vejam o pânico de presidir o Conselho de Ética, conselho que tem membros com graves problema na Justiça. Se bem que é maravilhoso o povo saber que Renan, Juca, Humberto Alves, Gim Argello, Collor serão os ‘catões’, os puros defensores da decência… Não é sublime tudo isso? Nunca antes, em nossa história, alianças tão espúrias tiveram o condão de nos ensinar tanto sobre o Brasil. A cada dia nos tornamos mais sábios, mais cultos sobre essa grande chácara de oligarquias. E eu estou otimista. Acho que tudo que ocorre vai nos ensinar muito. Há qualquer coisa de novo nessa imundície. O mundo atual demanda um pouco mais de decência política. Cachoeira, Jefferson, Durval Barbosa nos ensinam muito. Estamos progredindo, pois aparece mais a secular engrenagem latrinária que funciona abaixo dos esgotos da pátria. A verdade está nos intestinos da política.

Mas, o País é tão frágil, tão dependente de acasos, que vivemos com o suspense do julgamento do mensalão pelo STF.

Se o ministro Ricardo Lewandowski não terminar sua lenta leitura do processo, nada acontecerá e a Justiça estará desmoralizada para sempre.

Imagem: detudoblogue.blogspot.com

Anúncios

O Brasil, o País do Futuro?

Infelizmente, ainda não!

Você se lembra? Se não, provavelmente é jovem demais, mas estas foram as palavras de uma geração inteira que sempre acreditava que Brasil vai melhorar. E melhorou?

Só com palavras ou nas cabeças dos cegos, surdos e mudos. As áreas tradicionalmente criticas deste país, não melhoraram ou somente cosmeticamente. Pergunte qualquer político:

Como esta a situação da educação, da saúde, da habitação, da infra-estrutura, da construção de estradas, do desmatamento, da poluição etc.?

Alguém pode realmente afirmar de todo coração e convicto que alguma destas áreas está bem, verdadeiramente bem? Melhorou somente alguma coisa?

Vamos ver um exemplo, o Ensino Popular:

Escrito por Fernanda Nogueira e Vanessa Fajardo Do G1, em São Paulo, 07/12/2010:

Brasil melhora média(!), mas fica entre piores(!) em ranking de ensino da OCDE. Exame avalia conhecimentos de leitura, matemática e ciências. Piores resultados são de alunos de escolas públicas estaduais e municipais(!).

O país ficou com a 53.(!) colocação entre 65(!) países no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa)…”

Está é a realidade no paraíso dos trabalhadores de Lula e Dilma que sempre se vangloriaram dos seus feitos extraordinários. E o resto está do mesmo jeito, perdido e á espera de um político honesto que põem ordem na casa e investe o necessário, sem se perder em projetos faraônicos, como a “Presidenta” Dilma com a Usina de Belo Monte – que deve custar 30 bilhões e com certeza vai custar o dobro – e a destruição de mais um grande pedaço da nossa floresta amazônica.

Ultimamente Dilma falou de muitos planos dos quais alguns parecem até razoável, mas não vai ficar no dito sem ser realizado como Lula sempre fez?

Qual é a percentagem do povo que tem o mesmo grau de ensino como Tiririca, quer dizer 90% analfabeto, ou com outras palavras, 10% letrado.

Parece que nenhum politico quer mudar a educação, pois povo bobo pode ser manipulado muito melhor!

Imagem: brasillivreedemocrata.blogspot.com

Tsunami em São José dos Campos…

janeiro 26, 2012 Deixe um comentário

…provocado pela covardia do Governador do Estado de São Paulo, pela canalhice de um Juiz de Direito e pela brutalidade da Tropa de Choque e outros Policiais da Policia Militar.

Cartão Vermelho neles…

O Governador Alckmin podia lamentar o ocorrido, mas não, precisava justificar o injustificável, o vergonhoso e ainda atestar a legalidade ao juiz e o bom comportamento aos brutais policiais invasores!

As imagens da imprensa comprovam que este impiedoso Governador ou está cego, mentiroso ou com má intenção.

Reintegração de posse em benefício de uma massa valida do especulador Naji Nahas, que prejudicou inúmeras pessoas com corrupção, lavagem de dinheiro e suas especulações que causaram em 1989 a quebra da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro e um gigantescos prejuízos, já é um fato duvidoso.

Mas reintegração em prol de um criminose contra a desintegração de cerca de 1.600 famílias de trabalhadores não pode ser justiça no verdadeiro sentido da palavra. Do meu ver, infelizmente, faz parte da falta de moral e ética generalizada em todas as Instituições do Estado, deste que o PT do Lula tomou conta deste país. Por exemplo, os escândalos de Corrupção do Mensalão ainda não foram julgados e estão parados nas mais altas Instancias da Justiça Federal e correm o risco de prescrever! E sabe porque? Chuta!

E a única Instancia que podia limpar o chiqueiro da corrupção da justiça, o CNJ com sua corajosa presidente, foi bloqueado pela própria justiça!

A Policia Militar cabe a desonra de ter agido com a maior brutalidade e violência sem necessidade, assaltando de madrugada um bairro com sua gente dormindo. Quem não fugiu correndo, sentiu os cassetetes.

Como este país com sua tradicional violência é visto pelo exterior? Como podemos convidar o mundo para um campeonato mundial de futebol? Como para uma olimpíade?

Enquanto um país como Japão batalha para superar os danos de um terremoto, seguido de um tsunami e seguido ainda de um desastre nuclear, aqui se faz o contrario, se destrói moradias dos pobres com aval da justiça, se fosse um tsunami!

Você acha isso certo?

Eu acho uma vergonha, uma covardia, um insulto para qualquer pessoa digna e do bem!

Veja as imagens! 

Imagens: G1 Globo

Cartão Vermelho para a Justiça Paulista Estadual…

janeiro 23, 2012 Deixe um comentário

…para o Governador Alckmin e todos os outros políticos insensíveis a uma justiça humana e em favor do povo humilde e trabalhador!

Reintegração de posse para o benefício de uma massa falida do especulador Naji Nahas… ou desintegração de cerca de 1.600 famílias de trabalhadores, eis a questão. Na duvida sempre contra os interesses do povo humilde. Este comportamento já faz historia. Ninguém ia fazer isso com seu cachorro, mas com pessoas… quem se importa?

Srs. Juízes, Políticos e Policiais: Estas pessoas que as suas Excelências despejaram brutal e violentamente das suas poucas e humildes propriedades, casas e bens, não são bandidos! E porque vocês as trataram como bandidos, armados ate os dentes, usando violência contra homens e mulheres, crianças e velhos?

Isto é uma vergonha e um insulto para qualquer pessoa digna!

Após os fatos consumados, o governador paulista queria ter feito, quem sabe… outra coisa. O que? E porque não fez enquanto ainda tinha tempo de evitar a total desintegração das famílias e seus bens?

Se justificou friamente e insensível que tudo foi filmado e acompanhado por um juiz de direito. E daí? Isto diminuiu a dor das vitimas deste terror? Onde estão estes 7.000 pessoas agora, neste momento, nestes dias de chuva? Quem cuida delas? Quem pode dar algum conforto como tinham em suas próprias casas?

E este juiz de direito, temos tantos corruptos neste pais que tudo é possível. Para mim, tudo fede terrivelmente! Também foi um juiz de direito que condenou as 1.600 famílias a total miséria!

Também a presidência deste pais lamentou algo, falou em praça de guerra, e com razão, pois trata-se de uma guerra aberta contra os fracos e humildes, todos os dias em todos os lugares!

Mas querida Presidente, esta não foi a primeira vez! Estas reintegrações de posse acontecem em todo o pais. Porque a Senhora não tomou alguma providencia enquanto ainda tinha tempo? E se apenas fosse para ganhar mais votos na próxima eleição?

Algo deve ser feito! Assim não pode continuar que sempre os poderosos tem as leis e a justiça em seu favor contra o bom senso e contra os pobres.

Reintegração de posse para o poderoso significa sempre desintegração das famílias pobres: uma situação que existe muitas décadas, infelizmente.

Pedido Judicial, Reintegração de posse se fosse um mandamento santo da bíblia! Onde ficou o bom senso? A justiça humana?

Brasil acorda! Seja consciente!

Veja nestas imagens as ameaças, as armas, a brutalidade, a força policial de um lado e a desigualdade no outro, a granada na mão de um policial contra uma mãe indefesa com seu pequeno filho nos braços. Meu Deus!

Imagens: G1 Globo

Esta Justiça é uma Vergonha!

janeiro 22, 2012 Deixe um comentário

O que significa a palavra justiça? Não quer dizer ser justo e respeitar as leis e que todos os cidadãos têm os mesmos e iguais direitos?

Neste domingo, o povo brasileiro mais uma vez podia assistir uma das mais graves injustiças que dois dos três poderes executaram contra cerca de 7.000 pessoas das cerca 1.600 famílias que viviam em paz num bairro, chamado Pinheirinho, em Sao Jose dos Campos.

Eles foram cruelmente e com muita violência despejadas pela Tropa de Choque das suas casas em nome da justiça! Que justiça é esta???

Os fatos:

Naji Nahas, um antigo especulador, responsável por corrupção e lavagem de dinheiro, se tornou também culpado pela quebra da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro em 1989 e causou danos de milhões (bilhões?) de Dólar, antes de falir. Somente no dia 8 de julho de 2008 ele foi preso!

Hoje, o terreno em questão faz parte da massa falida de uma empresa do especulador Naji Nahas e foi invadido ilegalmente 8 anos atras.

Imagina, as autoridades do Estado de São Paulo e de São Jose dos Campos não fizeram nada durante 8 anos em resolver esta situação, pelo contrário, forneceram luz, água e outros elementos de infraestrutura e permitiram que se tornou um bairro normal com nome Pinheirinho.

Agora, a dita justiça, representada por juízes – do meu ver de qualidades pelo menos duvidosas – decidiram que o direito de um – da massa falida – prevalece em desfavor dos cerca 7.000 que construíram em anos de sacrifício seus lares aqui por falta de outras alternativas, como acontece no país inteiro, provocando as maiores catástrofes – veja o exemplo de Nova Friburgo e Teresópolis. Mas outros exemplos existem em muitos lugares.

Infelizmente, vivemos num país, em que os políticos não se interessam pelo bem do seu próprio povo e apenas querem encher seus bolsos. Agora, esta falta de caráter provocou novas vitimas.

Alguém pode imaginar o sofrimento de milhares de pessoas de ser despejado a forca da suas casa, perdendo todos os bens que conseguiram comprar durante todo o tempo com muito sacrifício? E provavelmente ainda estão pagando coisas que eles não possuem mais?

E onde eles vão ficar agora?

Qual é o futuro deles?

Mas a justiça – que justiça? – prevalece! Não se diz sempre que uma ordem da justiça não se discute, se cumpre? Também quando se trata de uma monstruosidade?

Alguma coisa está profundamente errado!

Imagens: G1 TV Globo,

Ziraldo, Jaguar, ‘O PASQUIM’ e a Ditadura

dezembro 16, 2011 1 comentário

Você sabia? O que acha disso?

Um testemunho coerente e lúcido deste Juiz … Está chegando a hora de abrirmos os olhos…… O Juiz de Espumoso (RS) escreve a Ziraldo e Jaguar, comentando a aprovação da indenização e da aposentadoria em dobro paga pela Nação aos humoristas, que ‘sofreram muito’ por terem sido presos durante uma semana na época da ditadura militar brasileira, como represália pelas críticas que eles mesmos publicaram em ‘O PASQUIM’, na ocasião.

Carta de um juiz de direito a Ziraldo e Jaguar

Prezados Ziraldo e Jaguar:
Eu fui fã número 1 do PASQUIM (em seguida saberão por quê). Por isto me sinto traído pela atitude de vocês (Ziraldo e Jaguar). Vocês, recebendo essa indenização milionária, fizeram exatamente aquilo que criticavam na época: o enriquecimento fácil e sem causa emergente da e na estrutura ditatorial.. Na verdade, vocês se projetaram com a Ditadura.

Vocês se sustiveram da Ditadura. Vocês se divertiram com a Ditadura.

Está bem, vocês sofreram com a Ditadura, mas, exceto aquela semana na cadeia – que parece não foi tão sofrida assim – nada que uma entrevista regada a uísque e gargalhadas na semana seguinte não pudesse reparar.

A cada investida da Ditadura vocês se fortaleciam e a tiragem seguinte do jornal aumentava consideravelmente.

Receber um milhão de reais e picos por causa daquela semana, convenhamos, é um exagero, principalmente quando se considera que o salário mínimo no Brasil é de R$ 545,00 por mês…Vocês não podem argumentar que a Ditadura acabou com o jornal.

Seria a mais pura mentira, se é que a mentira pode ser pura. O ‘O Pasquim’ acabou porque vocês se perderam. O Pasquim acabou nos estertores da Ditadura, porque vocês ficaram sem o motor principal de seu sucesso, a própria Ditadura. Vocês se encantaram com a nova ordem e com a possibilidade de a Esquerda dominar este país que não souberam mais fazer humor. Tanto que mais tarde voltaram de Bundas – há não muitos anos – e de bunda caíram porque foram pernósticos e pedantes. Vocês só sabiam fazer uma coisa: criticar a Ditadura e não seriam o que são sem ela.

Eu vi o nº 1 de ‘O Pasquim’ num tempo em que não tinha dinheiro para adquiri-lo.

Mais tarde, estudante em Florianópolis, passei a comprá-lo toda semana na rua Felipe Schmidt, próximo à rua 7 de Setembro, numa banca em que um rapaz chamado, se não me engano Vilmar, reservava um exemplar para mim. Eu pagava no fim do mês.

Formado em Direito, em 1976 fui para Taió. Lá assinei o jornal que não chegava na papelaria do meu amigo Horst. Em 1981 vim para o Rio Grande do Sul e morando, inicialmente, em Iraí, continuei assinante.

Em fins de 1982 fui promovido para Espumoso e sempre assinante. Eu tenho o nº 500 de O Pasquim, aquele que foi apreendido nas bancas e que os assinantes receberam… Nessa época, não sei se lembram, o jornal reduziu drasticamente seu número de folhas. Era a crise. Era um arremedo do que fora, mas ainda assim conservava alguma verve. A Ditadura estava saindo pelas portas dos fundos e vocês pelas portas da frente, famosos e aplaudidos.Vocês lançaram uma campanha de assinaturas. Eu fui a campo e consegui cinco ou seis.

Em Espumoso! Imaginei que se cada assinante conseguisse cinco assinaturas, ajudaria muito. Eu era Juiz de Direito. Convenhamos: não fica bem a um Juiz sair vendendo assinatura de jornal. Mas fiz isto com o único interesse de ajudar o Pasquim a se manter. Na verdade, as assinaturas foram vendidas a amigos advogados aos quais explanei a origem, natureza e linha editorial do jornal. Uns cinco ou seis adquiriram assinaturas anuais. No máximo dois meses depois todos paramos de receber o jornal, que saiu de circulação. O O Pasquim deu o calote…. Eu fiquei com cara de tacho e, como se diz por aqui, mais vexado que guri cagado. Sofri constrangimento por causa de vocês. Devo pedir indenização por isto? Não. Esqueçam!

Mas agora que vocês estão milionários, procurem nos seus registros e devolvam o dinheiro dos assinantes de Espumoso que pagaram e não receberam a assinatura integral. Naquele tempo vocês não tinham como fazê-lo. Agora têm.

Paguem proporcionalmente, mas com juros e correção monetária, como manda a lei.

Caso contrário, além de traidores, serei obrigado a considerá-los também caloteiros.

Ilton Dellandrea
Juiz de Direito

Além da indenização milionária a dupla passa a colaborar com o déficit da previdência, pois, como o Lula, passam a receber aposentadoria em dobro do limite estabelecido para quem contribuiu por 35 anos! Além do mais, os que contribuíram por 35 anos não têm direito ao reajuste integral da aposentadoria. Por isto que o nosso pais é considerado o pais dos marginais, pode ver quem trabalha honestamente não tem nada, já os marginais tem direitos humanos, salários acima do mínimo para presidiário, cargos de ministros, presidente ou diretores de estatais, e assim por diante, fora a aposentadoria de marajá, e depois dizem que é da esquerda, só se for a mão, o que a esquerda faz a direita não pode ver. Este episódio das indenizações milionárias aos jornalistas do Pasquim é só mais um da série de escândalos em cascata que o país produz.

Parece que está em nosso DNA o ataque despudorado aos cofres públicos, a concepção que o dinheiro público não é de todos, mas “de ninguém”, e que “aos amigos” tudo, aos inimigos, a justiça.
ACRESCENTO: Tudo limpinho, sem pagar Imposto de Renda… e assim funciona a esquerda brasileira!!!

O Inconsciente Coletivo

dezembro 12, 2011 2 comentários

Vamos deixar Coca Cola, Refrigerantes Diet, Aspartame, Pepsi Cola, Danone, Nestlé e os referentes problemas um pouco ao lado, pois observados separadamente nem são tão importante para nosso planeta Terra, porem a soma de todos os delitos – que inclui muitos outros não mencionados – se acumula para um peso de culpa e, consequentemente, energia negativa enorme que grita por uma solução!

Enquanto os poderosos pecam – como sempre – contra a humanidade, nosso planeta esta sendo devastado, exemplo desmatamento na Amazonia e se não conseguimos parar a construção de Belo Monte, pelo menos a iniciativa dos astros da Globo é admirável.

Ao mesmo tempo, em que a Consciência Coletiva da humanidade está ausente ou pelo menos ainda adormecida, os planetas exteriores estão reagindo conforme seus princípios primordiais. Especialmente Urano com seus talentos inventivos e revolucionários esteve muito ativo durante os últimos séculos, puxando o desenvolvimento tecnológico para frente.

Infelizmente, neste desenvolvimento, a mensagem de Cristo foi deixado para trás pela ganância do homem. As grandes revoluções de séculos passados para a libertação das massas foram esquecidas e “novos donos da verdade” tomaram conta da humanidade. Uma perigosa “Nova Ordem Mundial” foi o novo lema.

A polarização começou a partir de 1930 com a descoberta de Plutão. Ele veio para brigar com sua característica de queimar e destruir para reconstruir algo de novo. Exatamente nestes anos em que vivemos atualmente, testemunhamos o ápice dos acontecimentos, mas parece que a humanidade não tem a consciência e ressonância para PERCEBER!

Ano após ano, os sinais se agravam e parece que a humanidade ainda se diverte com sua “dança encima do vulcão”. Examinando nestes tempos atuais somente alguns aspectos e constelações separadas de Saturno, Urano, Netuno e Plutão já pode assustar qualquer um, mas interligando tudo, realmente dá medo.

Por exemplo, o óleo que estava vazando no Golfo de Mexico bem em frente da porta do maior poluidor do mundo! Ou o acidente nuclear no Japão? Ou, recentemente, bem em frente da nossa própria porta derramando óleo no mar e ninguém realmente toma as providencias certas, alem das famosas “sindicâncias” que levam a nada e apenas aumentam a impunidade. Nem vale mais manchetes em revistas e na TV e tudo mundo acha que já foi resolvido, enquanto a corrupção aumenta numa velocidade incrível!

NEM COMEÇOU AINDA! E pode significar o colapso total da Terra! E 2012, o que vai acontecer?

Imagem: quebarato.com.br