Arquivo

Archive for the ‘Manipulação’ Category

Astrologia Kármica é a Solução… (6)

setembro 23, 2013 Deixe um comentário

…em casos complicados, como, por exemplo, problemas que você mesmo está causando neste vida e neste exato momento!

Em geral, o Mapa Kármico de Reencarnação apenas pode explicar – ou prever futuramente – aquilo que você já viveu em vidas passadas, bem como os erros que você cometeu. As vidas passadas são a causa do que você está enfrentando hoje de felicidades e sofrimentos, porem os erros, abusos, crimes, atrocidades e tudo mais que você apronta hoje, tem sua compensação mais tarde ou só numa vida futura.
2013-09-23
Mas há algumas exceções desta regra e não se trata de karma. Parece que são bobagens ou pequenos deslizes e comportamentos errados. Estou falando da sua inocência, sua ignorância, sua falta de enxergar a verdade, sua falta de discernimento. Com outra palavras: você está dormindo e não sabe disso e nem quer saber! Me desculpe a franqueza, mas logo vai entender.

São as coisas do dia a dia, como comer e dormir, e tratar seu corpo, sua mente e espirito. A cada momento, você comete erros por bobagens ou por falta de saber melhor. Você come errado, verdadeiro lixo e está se poluindo por dentro e não sabe disso, porque as grandes industrias de alimentos não querem que você continua saudável, pois eles também fabricam produtos farmacêuticos. Alimentos e remédios contem principalmente componentes químicos, ou para conservar, … ou para “tratar a saúde e combater doenças” (?). Por esta razão, você está sendo permanentemente bombardeado com propagando enganosa, de preferencia com astros de TV, em que você confia, pois você mesmo não quer se informar melhor.

Existe uma serie de produtos que prejudicam seu corpo e sua saúde, mas os poderosos e políticos conseguiram convencer você e todos os outros consumidores que tudo apenas é para seu bem!

Exemplos: Mercúrio em vacinas e vírus de câncer e aids em outras vacinas, flúor (toxico) em agua potável e pasta de dente, componentes tóxicos em protetores de sol, que causam câncer, doenças contra quais eles deveriam proteger, adoçantes como Aspartame em alimentos e bebidas e milhares de outras coisas toxicas em milhares de alimentos e produtos que você usa todos os dias.

Se você quer fazer um favor a você mesmo, leia regularmente um blog de utilidade publica de um site parceiro, chamado TopAtualidade ao lado direito deste post. Ele fala sobre todos os assuntos que você não deve saber, mas deveria.

Se trata-se de câncer, uma doenças que você mesmo provoca sem saber – e ninguém quer que você saiba – ou outras doenças graves e ate mortais, ou outros perigos, você pode se informar. E mais uma recomendação: antes que você duvida da verdade, pense bem e leia o máximo possível e informa-se também na internet. O mais improvável é muitas vezes apenas a verdade pura, pois este blog é independente, não quer vender nada, não faz propaganda para nada e somente conhece um único motivo e compromisso: buscar a verdade.

Você pode encontrar logo centenas e milhares de informações valiosas!

Imagem: toinhoffilho.blogspot.com

Anúncios

Brasil.gov.br para todos os otários

setembro 4, 2012 Deixe um comentário

A partir deste mês, as lâmpadas incandescentes acima de 100 watts deixam de ser produzidas no Brasil, e também não serão mais importadas. A partir do ano que vem, essa restrição vai valer também para lâmpadas de menor potência. A substituição vai ser gradual. O Brasil acompanhou uma decisão da Agência Internacional de Energia que pretende reduzir o consumo no mundo inteiro. No comércio, a venda de lâmpadas incandescentes acima de 100 watts vai até 30 de junho do ano que vem. Para o consumidor final a economia gerada pode chegar a 250 reais (!) por ano. (Acredite se quiser)

O que você acha deste ultimo golpe do nosso governo Dilma/Lula? Quem são os estúpidos do congresso que assinaram este decreto que é um atentado ao nosso bolso e a nossa saúde? Onde está a economia, se as lâmpadas Fluorescentes Econômicas custam 10 vezes mais com menos eficiência e muito pior luz?

Para quem ainda não entendeu este jogo, vou explicar.

Os “Todo-Poderosos” deste mundo, que nunca pensam em outra coisa além de ganhar dinheiro – que, evidentemente nos, os otários temos que pagar – são também os donos das industrias multinacionais de iluminação. Eles já ganham bilhões com lâmpadas incandescentes comuns, mas ainda não é suficiente para eles.

Como, por exemplo, com flúor em pastas de dente e toda agua potável – e outras toxinas – eles já conseguiram nos emburrecer durante muitos anos, eles tiveram a ideia de nos enrolar de novo com algo obviamente positivo para poupar energia. Ao mesmo tempo, eles conseguiram nos enganar com três coisas igualmente obvias, mas impercebível por burros que somos:

Lâmpadas muito mais caras e com lucros astronômicos,

– Lâmpadas com mercúrio e outros gases tóxicos,

– Em caso de vazamento deste gases, eles ainda podem nos       vender caros tratamentos, medicamentos etc., pois todas as industrias farmacêuticas também são deles.

Futuramente vamos ter luz prejudicial a saúde, luz de poupança de energia mercurial. De “luz”, neste contexto, não se pode mais falar: Não há mais luz real, mas apenas um substituto, um artificial substituto prejudicial aos seres humanos e animais. Mas a vitória deste substituto tóxico não é mais questionado ou mesmo criticado pela imprensa mainstream – que também pertence aos “Todo-Poderosos” – pois “tudo é valido para salvar o clima(!).

Os efeitos adversos para a saúde de longo prazo deste substituto de luz, no entanto, são conhecidos. Mas a saúde dos indivíduos obviamente não importa para Dilma/Lula. Assim, os efeitos secundários da exposição/radiação desta pseudo-luz contínua são comprovados cientificamente desde muito tempo atrás. Há agora evidências de que mesmo a depressão pode ser desencadeada. Adicionar vapores nocivos a saúde na ruptura de tais lâmpadas que têm, entre outras coisas, mercúrio e, por precaução, tem que ser corretamente depositado e eliminado (lixo).

Algumas desvantagens da “luz de poupança de energia”:
• O índice de restituição de cor (CRI) de uma lâmpada incandescente é inigualável por qualquer lâmpada substituta, a maioria não chegam sequer a 80%!
• As informações de eficiência são mentirosas.
• A vida propagada quase nunca é alcançada.
• Para a produção se gasta muito mais energia do que para uma lâmpada normal.
• Os ingredientes são em grande parte tóxico!
• A eliminação de lixo geralmente não é feito conforme o meio ambiente (resíduos perigosos).
• A reutilização de componentes só é possível com muito esforço e exige também uma grande quantidade de energia.

E você, quer continuar ser tratado como otário?

ºBulb Fiction: A Conspiração contra a Lâmpada

Você ainda não sabe ou se sabe, não sabe por que.

Estou falando da nossa boa e bem conhecida velha lâmpada incandescente. Depois que já foi proibida na Europa, agora é nossa vez no Brasil. E sabe porque? Como sempre a corrupção e muito, muito dinheiro!

Que a proibição destas lâmpadas na Europa se baseia em duvidosas maquinações dos autoproclamados “ambientalistas” e empresas multinacionais de luminárias, é comprovadamente fato. Mas ninguém ainda mostrou isso tão consistente como Christoph Mayr em sua ficção documentária sensacional chamada Bulb Fiction. A boa notícia: ela já está disponível em DVD.

Berlim 2007: em algum lugar na frente do Portal de Brandenburgo: Um rolo compressor com as palavras Greenpeace” está destruindo uma montanha de 10.000 lâmpadas. Em intervalos curtos ouvimos o estouro seco do balão de vidro. Essas “coisas” realmente são “muito, muito ruim” para o clima e, portanto, devem desaparecer das prateleiras, diz uma jovem loira com tom e expressão convencida da sua mensagem moderna de benfeitores. No entanto, “que se destina ao bem” é muitas vezes o oposto do bem, como já observou Kurt Tucholsky.

Porem a verdade é: Aparentemente a “Greenpeace Incandescente” já sofreu alguns curtos circuitos. Do inócuo “plop” das lâmpadas poderia crescer um dos maiores fracassos das organizações ambientais. Pois, como muitos já sabem, a realidade é bem diferente: na verdade, Greenpeace não destruiu e, em seguida, a UE com sua proibição das lâmpadas incandescente nenhum “Klimakiller” (assassino do clima), mas o corpo luminoso mais fácil e mais amigo do meio ambiente que já existiu: “A simplicidade e elegância da lâmpada até hoje é insuperável: uma rosca de metal, um fio de tungstênio incandescente, um bulbo de vidro ou de vácuo ou preenchido com gás de proteção – pronto”, diz o site da Bulb Fiction, que agora também está disponível em DVD.

Greenpeace luta “contra (?) o Klimakiller

Veja só que burrice (e sacanagem): Com a chamada “lâmpada de poupar energia”, os “ambientalistas” não podiam fazer o que fizeram com a operação do rolo compressor com as lâmpadas incandescentes, porque teriam liberada uma quantidade de toxinas tão grande, como por exemplo o mercúrio: “O mercúrio contido em 10.000 lâmpadas fluorescentes compactas, seria suficiente para contaminar 50 milhões de litros de água potável – além do perigo para a saúde agudo para os ativistas e os espectadores.”

Ações de lobby contra a lâmpada incandescente

Mas Greenpeace não apenas destruiu alguns milhares de lâmpadas incandescentes, mas também fez vigorosamente lobby contra a lâmpada inofensivo.

“Por que Greenpeace fez em Bruxelas pressão considerável em conjunto com a indústria de lâmpadas a fim de proibir a lâmpada incandescente?”, esta é a grande questão que Bulb Fiction está investigando.

Junto com a indústria de iluminação, os ativistas do Greenpeace, pelo menos, têm feito um “grande trabalho”: Desde setembro de 2009, lâmpadas de 100 watts e acima são proibidos e desde setembro de 2011 estão desaparecendo gradualmente também as lâmpadas de 60 watts! A partir de 1. de Setembro de 2012, todas as a lâmpada finalmente devem ser proibidas (!) em Europa e nenhuma única lâmpada incandescente pode ser comprada”, disse o filme. O mesmo está acontecendo aqui no Brasil!

Se também sua sala de estar só será iluminada com um brilho frio, você pode agradecer aos ativistas de “Greenpeace Incandescente”! (E correspondentemente aos seus políticos que você elegeu!) 

Mas Bulb Fiction oferece muito mais do que a reconstrução da estranha aliança entre os fabricantes de lâmpadas e “ambientalistas”. Isto inclui também material chocante, como a história do menino que após a inalação de vapores de mercúrio da ”lâmpada de poupar energia” perdeu todo seu cabelo. Ou a história do homem que inventou uma lâmpada incandescente com uma vida útil de 150.000 horas, e logo depois morreu em um acidente de avião. Ou, a história da unidade de reciclagem “lâmpadas de poupar energia”, em que 20 trabalhadores foram contaminados com mercúrio, incluindo uma mulher grávida. E, e, e!

Quem quer, pode assistir nos 90 minutos Bulb Fiction, os rastros dos lobistas, dos “ambientalistas” e empresários que só têm uma coisa em mente: para dissuadir os consumidores um produto barato,  ambientalmente amigável e não perigoso, e substituir por um caro e tóxico!

Comparações evidentes

Mas isso não é tudo. Bulb Fiction não apenas revela todas as maquinações de banir as lâmpadas incandescentes, mas também satisfaz aqueles que queriam finalmente ter uma comparação em profundidade das lâmpadas incandescentes e das “lâmpada de poupar energia”: quem brilha agora realmente mais econômico e por mais tempo? Quem realmente desperdício mais energia e recursos? Quem fornece a melhor luz? Com a compreensão das relações físicas, não existem problemas. Todo o som é claro e óbvio, os gráficos e imagens, claras e facilmente compreensíveis. Bulb Fiction, no entanto, é muito mais do que um documentário sobre a proibição da lâmpada incandescente. Quem sempre quis saber, como funciona a conivência, o nepotismo e bandidismo europeia, mundial e no Brasil entre “ambientalistas”, políticos e corporações multinacionais, não pode evitar este filme. Uma coisa é certa: Em outras áreas, isso funciona também igualmente muito bem. E diga algum politico que ele quer o nosso bem!

Deixe de ser otário e defenda-se, revolta-se e não vote em politico que já era politico e não defendeu os interesses do povo!

Fontes: Christoph Mayr, Gerhard Wisnewski

Imagens: luzetc.com.br, geocities.ws,

Escandalizando: o Poder das Multidões Manipuladas (2)

Mas como um escândalo pode ser dramatizado de forma mais eficaz? Com quais métodos o público é manipulado? Existem seis estratégias mais pérfidas que devem ser muito familiar para telespectadores e leitores de jornais.

1 – O uso de conceitos de horror: “As bactérias assassinas”, desmatamento”, “pandemia”, “colapso nuclear” e “Super-GAU” são verdadeiros clássicos. Se a catástrofe no final não acontece, então era apenas uma “quase catástrofe”.

2 – Associações de Crime: São usados termos que lembram de formas mais graves de crimes. Exemplos: “banho de sangue“, “matança”, “inconstitucional”.

3 – Sugestões de desastres: a mídia assusta o público só com os piores cenários possíveis (por exemplo, em conexão com o a gripe viária e gripe suína), independentemente de quão provável tal desenvolvimento é.

4 – Colagens de Desastres: Aqui são amarrados e adicionadas queixas aleatórios e danos, como por exemplo: “Depois da forma sinistra de ataque do vírus da Aids, da doença da vaca louca e da febre suína, agora as bactérias assassinas se formam para o golpe final contra a humanidade …”

5 – Empilhamento de culpa: Vários “pequenos escândalos” que em si não representam o potencial para uma grande agitação, agora são apresentados como parte de uma série, sem se importando se são verdadeiros ou não. Exemplo: Acusações mentirosas contra candidatos da oposição antes das eleições.

6 – Exageros Visuais: Inúmeras vezes os espectadores foram ameaçados por imagens assustadores durante a “epidemia” e mais tarde da “pandemia da gripe suína”.

Neste sentido, a internet exerce um papel muito importante com sua imediata divulgação pelo mundo inteiro. Normalmente, o autor ou informante do escândalo fica no escuro sem ser conhecido. Os motivos se revelam mais tarde, ou não, mas os fins sempre (?) justificam os meios.

Veja bem, este tipo de jogo sujo acontece a qualquer hora a qualquer lugar, em sua profissão, seu trabalho, na política, dentro da família. Por esta razão temos que ser cauteloso e não participar destas infâmias. Seja consciente, seja esperto.

Imagem: geedrwillian.blogspot.com, blogdocrato.blogspot.com,

Escandalizando: o Poder das Multidões Manipuladas

Os dirigentes de campanhas de escândalos precisam de uma única coisa: um público que os segue e participa voluntariamente com o coro das pessoas revoltadas e indignadas.

A história tem muitos exemplos, como Joseph Goebbels, ministro de propagando do Adolf Hitler. Foi ele que, com sua genial retórica, perguntou em 1938 o povo alemão, se queria “manteiga ou canhões” e mais tarde “a guerra total”. Tudo mundo sabe que os alemães não queriam guerra, mas foram seduzidos por agitadores diabólicos.

Nos temos o nosso agitador que provocou as greves selvagens e com isso milhões de desempregados no passado. Era mais barato para as industrias de demitir os trabalhadores e automatizar a fabricação. E quando era deputado federal não fazia mais nada além de tentar bloquear e derrubar tudo do antigo governo, inclusive o maior feito de FHC, o Real, vencendo a “inflação galopante”.  Eleito presidente, era de repente o grande “sábio”, inventor do “Mensalão” e de uma corrupção sem exemplo. Nem vou falar o nome para não vomitar.

Nada chama mais atenção nesta sociedade saturada de mídia como um escândalo pesado. Superstars caiem na irrelevância, pessoas com reputação respeitadas são destruídas, empresas são forçadas a declarar falência.  A “mídia politicamente correta”  entende do seu ofício de criar escândalos virtuosamente. Empresários, políticos e outras personagens desaparecem da vida pública depois de um escândalo por um longo tempo, muitos para sempre do palco – ou são mortos, se não pertencem ao grupo dos amigos dos poderosos. Neste caso tem a proteção da “impunidade”.

E o povo, telespectadores, leitores de jornais e usuários de Internet, muitas vezes se sentem o escândalo como uma punição justa para os infratores supostos ou reais.

Os consumidores das noticias sentem grande satisfação que também alguns “poderosos, ricos e famosos” podem sofrer de aflições e dificuldades. Mas este é o mais importante que ninguém imagina: os espectadores – como dentro de um tribunal – são a parte essencial da encenação. Eles, inconscientemente, desempenham um papel importante. E têm que ser, porque sem ampla ressonância pública não há escândalo e tudo foi em vão.

Imagina: existe uma “Ciência de Mecanismo de Escandalizar” como resume de milhares de entrevistas de jornalistas, políticos e empresários sobre escândalos na mídia, radio e televisão. Estes analises servem para imunizar o publico contra a manipulação da mídia e do “politicamente correto”.

No próximo post vamos estudar alguns dos truques mais usados.

A Verdade Dói

Verdade é suprimida. Verdade não é entendida pelo povo. Verdade é inconveniente. Verdade foi dividida em milhares de teorias e tem sido declarada ciência pela massa das pessoas. Quanta verdade o homem suporta?

Conhecimento intelectual superior não é bem-vindo.

Após anos de pesquisas e testes em plataformas de comunicação mais variadas da Internet, os resultados são surpreendentes. Nós temos estabelecido termos reais como apelidos, e mesmo assim fomos mal compreendidos. Com centenas de perguntas e indicações na direção certa, nós fomos verbalmente espancados por autonomeados Wiki-gurus, especialistas do Google, pregadores de botequim e tolos reais.

Ninguém encontrou ainda “a verdade”. Todos discutem com frases do Google, com poucos conhecimentos, preconceitos e opiniões religiosas intolerantes. E ainda se chamam mentores e administradores. Essas pessoas não têm a mínima ideia do mundo real externo e não buscam mais Deus na igreja, mas nos tempos novos da Internet. A maior parte do tempo eles passam nas telas dos monitores num mundo virtual manipulado, fora da realidade e sem prepara para acordar. Assim, se tornam vitimas destinadas a manipulações de qualquer espécie.

Embora ainda haja algumas poucas exceções. Mas estas são as pessoas que não gastam mais seu tempo com o comportamento uniformizado da massa nebulizada e imobilizada pelas manipulações.

Infelizmente, a grande massa de pessoas não tem culpa da sua ignorância, porque este programa de manipulação já funciona por muito tempo durante varias gerações. Hoje se trata apenas de água, refrigerantes, comida, remédios, doenças, vacinas, protetores de sol, música, filmes, vídeos, noticias, jornalismo, telefones celulares, lâmpadas, iodo, cloro, flúor, mercúrio, adoçantes, Aspartame… etc., etc.

As pessoas também não sabem o que acontece no campo morfogenético com todos os rabiscos manifestados. Eles, praticamente, jogam gasolina no fogo. Por um lado, clamam por  iluminação, mas quando encontram a verdade, eles não a querem ouvir. Bem, é um desperdício de tempo, se esforçar para responder a insultos e ignorância. A maioria não entende que conhecimentos e sabedoria não vem apenas dos livros e da Internet, mas também tem que ser vivido. A experiência traz o conhecimento, mas isso quer dizer de tirar a bunda atrás do computador.

Apos saber quem são os Donos do Mundo e como eles manipulam a verdade, a Humanidade, está na hora de conhecer detalhadamente os campos, áreas e maneiras de prejudicar as pessoas.

Continua.

Imagem: blogdopastorvaldemir.blogspot.com,

A Manipulação da Consciência por Sistemas de Crenças: (4)

Assim eles nos tornam cegos e estúpidos.

Está na hora de mudar esta situação insuportável. O relógio da contagem regressiva está correndo.

A tirania mais insidiosa não é pela violência, mas através da manipulação da consciência, em que as vítimas não percebem que eles estão sendo manipuladas. É um jogo perfeito com os conceitos de fé, que após anos de repetição nos aparecem como “verdade e não são mais questionadas.

Isto exige a equiparação de todos os canais de formação de opinião na política, mídia, educação e ciência. Pela repetição constante se cria uma certa visão de mundo “programada”. Assim é formada uma espécie de sistema de crença que, inconscientemente, se torna a norma do “pensamento normal”. Dissidentes são ridicularizados, perseguidos, marginalizados como “não normal” ou mesmo como inimigos da sociedade. Se eles se tornam um perigo para o sistema de crenças, eles são eliminados” de alguma forma.

Mata uma pessoa – é assassinato. Mata centenas de milhares – é política externa.”

Veja o exemplo recente da Síria e antes da Líbia. A final é tudo para um “bom fim” que justifica os meios. Nós somos os Mocinhos” e lutamos contra a suposta “Mal” no mundo. É como a hipnose, que é implantado em nós todos os dias pelos meios de comunicação com tom monótono de voz.

Milagrosamente, os meios de comunicação estão de acordo que na Síria há um reinado de terror que tem que ser elimina e, que a Grécia e outros países da UE precisam ser resgatados, incluindo o euro, mais uma vez em favor apenas dos bancos (e o povo pode se f…) e que a Síria e o Irã pertencem ao eixo do mal, que tem que ser combatido, que o aquecimento global é provocado pelo CO2 é feito pelo homem (embora o teor de CO2 do ar é de apenas 0,038%), que a gripe suína é extremamente perigoso, etc., etc.

Imagina só: de onde reportam os correspondentes internacionais dos jornais, revistas, rádios e televisão? Eles falam da Síria dos conflitos como testemunhas dos acontecimentos?

Não! Eles falam de Nova York, de Washington, de Londres, Paris e Roma. Por que? Pois recebem as mesmas informações e vídeos sobre o conflito das mesmas agencias de noticias como, por exemplo, United Press International (UPI), Reuters e outros! Evidentemente, tudo está coordenado e manipulado!

A oposição política briga ferozmente apenas sobre trivialidades, mas em geral faz o mesmo jogo. Eles são atores muito bem pagos no palco da democracia fictícia, no mundo inteiro, inclusive aqui no Brasil!

O sistema político de crenças, comunicado pela mídia, cega a visão, por exemplo contra a OTAN, que junto com seus aliados se tornou uma Máquina de Matar em Massa, com o objectivo da eliminação cruel de todos os bolsões de resistência que ainda não estão sob controle. O que foram no passado as guerras em nome de Deus, são hoje guerras em nome da “Liberdade e da Democracia”.

O princípio é sempre o mesmo. Criar um inimigo ou um problema e implante depois como “Salvador” uma Nova Ordem em que tem um grupo excelente no poder e o restantes são os seus servos. Nós estamos assistindo atualmente os estágios finais de um roteiro que foi escrito há muito tempo atrás.

Porem – os Estrategistas do Poder têm um grande problema. Como é cada vez mais evidente nesta fase final, cada vez mais pessoas enxergam a fraude gigantesca, em que eles acreditaram. Quanto mais gente vê o jogo verdadeiro, quanto mais aqueles perdem o controle do poder. Pânico está se espalhando e agora tudo tem que acontecer muito rápido.

Quem uma vez descobriu a verdade real, se sente com nojo de todas as publicações e de todos os jornalistas mentirosas que nos estão conscientemente manipulando. É uma vergonha que eles deixaram de pensar e investigar por conta própria pela santa verdade e apenas repetem mentiras produzidas pelos Donos do Mundo. Por esta razão é tão importante que nos acordamos definitivamente e nos libertamos deste jogo sujo! Veja só a ultima imagem: manipulação e verdade!

Continua.

PS. Com satisfação e muita alegria recebo cada dia mais comentários concordando e elogiando. Muito obrigado.

Imagens: alandavid.com.br, hiperboreajuvenalia.blogspot.com, g1.globo.com,